Série A: Em confronto direto, Vitória derrota e rebaixa a Ponte Preta em Campinas (SP)

Carlos Lima 26 de novembro de 2017 0

Na tarde deste Domingo (26), em confronto direto contra o rebaixamento se enfrentaram Ponte Preta x Vitória, pela 37ª rodada do Brasileirão da Série A, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Os primeiros cinco minutos foram de estudo em campo, sem  muitas jogadas que deixassem as respectivas defesas expostas e poucas faltas marcadas. Ponte e Vitória faziam um jogo franco.

Em uma jogada pela esquerda, intermediada no meio do caminho pelo zagueiro Wallace, o atacante Lucca recebe limpa e livre de marcação acerta um chute, aos 6 minutos. Ponte Preta 1×0 Vitória.

Nos momentos seguintes, a Macaca arrisca  de todas as formas, com Danilo Barcelos sempre participando das tentativas.

Aos 14 minutos, o zagueiro Wallace puxa Léo Gamalho na pequena área, o auxiliar vê o lance e o árbitro principal anota um pênalti. Aos 15, Danilo Barcelos converte e amplia a vantagem da equipe paulista. Ponte Preta 2×0 Vitória.

(Imagem: Denny Cesare / Estadão – Conteúdo)

Quatro minutos depois, o mandante fica com 10 atletas em campo. O zagueiro Rodrigo é expulso após ter cometido um ato inadequado contra o atacante Santiago Tréllez.

Aos 22, Eduardo Baptista saca Léo Artur para recompor a defesa e escolhe Marllon para o setor. Vagner Mancini aproveita a superioridade numérica e insere Carlos Eduardo para reforçar o meio-campo para a vaga de Ramon.

Mesmo assim, o Leão ainda não conseguia chegar com perigo na área, em compensação, a Macaca seguia buscando o terceiro tento.

Aos 40 minutos, Carlos Eduardo lança para Tréllez, que domina e chuta –  a bola passou muito perto do gol defendido por Aranha.

Aos 45, Carlos Eduardo arrisca de longe, Aranha devolve, na sobra, David tenta, mas o chute saiu fraco, voltando novamente para o goleiro adversário.

Aos 47, David foi substituído por André Lima, que deixou a partida sentido dores na coxa. Aos 51, o período é encerrado no Moisés Lucarelli.

No segundo tempo, o Rubro-Negro volta mais aguerrido, buscando de todas as formas o gol. Mancini então resolve usar sua última substituição aos 12 minutos, quando manda Danilinho para o lugar de Neilton.

Em seu primeiro lance, Danilinho manda a jogada para a pequena área, direto ao encontro de André Lima, que cabeceia e deixa a sua marca. Ponte Preta 2×1 Vitória.

Aos 13, o Leão não deixou a poeira baixar e chegou ao empate. Santiago Tréllez se livra da marcação e manda um chute da entrada da área. A bola ainda resvala em um jogador do visitante e deixa Aranha batido no lance. Ponte Preta 2×2 Vitória.

A partir desse momento, a Macaca ainda tentou com Danilo Barcelos, Elton e Lucca, mas o Leão passou a ditar o ritmo do embate e pressionou de todas as maneiras com Danilinho, André Lima, Uillian Correia  e Patric.

Foram muitas jogadas de ataque e contra-ataque, mas Fernando Miguel e Aranha, aliados com seus defensores livraram os perigos e mantiveram o placar em igualdade.

Aos 36 minutos veio o gol da virada e do triunfo do Leão. Santiago Tréllez descia rápido em contra-ataque tabelando com Danilinho, até que Tréllez ficou de cara com o gol e não perdoou. Ponte Preta 2×3 Vitória.

O resultado conquistado naquele momento deixava o Rubro-Negro fora da zona de rebaixamento e rebaixava matematicamente o clube paulista.

Aos 38 minutos, a torcida da casa invadiu o gramado e os jogadores de ambas as agremiações foram para os vestiários. A partida foi suspensa e seu fim foi confirmado algum tempo depois pela arbitragem.

Com 43 pontos, na 15ª colocação, o Vitória definirá seu futuro na última rodada contra o Flamengo no Barradão.