Série A: No Barradão, Vitória sofre empate do Cruzeiro na etapa final

Carlos Lima 19 de novembro de 2017 0

Na tarde deste Domingo (19), o Vitória enfrentou o Cruzeiro, em duelo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017.

O Leão teve um início de embate com mais atitude que o visitante. Chegava de forma mais contundente ao gol defendido por Fábio, até o momento em que o pênalti foi assinalado pela arbitragem.

Aos 19 minutos, o lateral Bryan coloca a mão na bola e a penalidade máxima é marcada. Aos 20  minutos, o atacante David abriu o placar no Barradão, em cobrança de pênalti. Vitória 1×0 Cruzeiro. 

(Imagem: Romildo de Jesus / Futura Press)

A partir desse momento, o time de Mancini parece ter se acomodado com o resultado, e a Raposa começou a explorar as deficiências que apareciam.

O desafiante teve mais posse de bola ao fim do tempo inicial, mais jogadas ofensivas construídas, entretanto, não conseguiu marcar o tento de empate, em muitos dos lances, graças ao goleiro Fernando Miguel.

No retorno para a etapa complementar, o Leão iniciou como terminou o primeiro tempo – sem conseguir construir boas jogadas na intermediária para lançá-las ao setor ofensivo. Já o Cruzeiro seguia investindo nas lacunas deixadas pelo anfitrião.

Mancini então resolve mexer na estrutura configurada em campo. Aos 15, saca o meia Yago para a entrada do atacante André Lima.

Aos 17 minutos, o lateral-esquerdo Bryan desceu livre de marcação e arriscou um chute que carimbou a trave. O visitante quase empata no lance.

Aos 18 minutos, Mano Menezes, fez sua segunda mudança. Ele altera um meio-campo por outro. Messidoro vai para o lugar de Rafinha. Aos 22, Ramon assumiu a vaga de Fillipe Soutto.

Aos 25 minutos, David recebeu um lançamento e deu sequência ao lance, mas o goleiro Fábio reverteu a jogada. André Lima tentou aproveitar, mas a arbitragem assinalou um impedimento.

Aos 27 minutos, David se livra de dois marcadores cruzeirenses, e chuta de cavadinha, mas a bola acaba passando por cima do gol defendido por Fábio. 

Aos 30 minutos, Bryan vem livre pela lateral, faz um cruzamento com perfeição e Alisson marca de peixinho. Vitória 1×1 Cruzeiro.

Minutos depois, o Cruzeiro vinha rapidamente para tentar o desempate. A arbitragem indicou uma falta perigosa, mas após a cobrança de Élber, Fernando Miguel praticou a defesa.

Vagner Mancini então usou a sua última cartada. Mandou o atacante Neilton para o posto deixado por Uillian Correia, aos 33 minutos. Em seu primeiro lance, o atacante foi advertido com um cartão amarelo.

Aos 39, o lateral Bryan vai para a cobrança de falta, em mais uma tentativa de colocar a Raposa em vantagem, mas a bola vai acima do gol.

E nas duas jogadas seguintes, o lateral-esquerdo Bryan vinha solto e rapidamente fazia lançamentos para área, mas Fernando Miguel e os demais defensores conseguiram afastar o perigo.

Aos 44, David veio passando pela marcação, chutou para André Lima, que cabeceou e a bola foi na linha de fundo. Aos 46, novamente David passou pela lateral, mas Élber mandou a jogada para escanteio. Na sequência, David cobra, mas a defesa cruzeirense afasta o perigo.  Aos 48 minutos,  já não havia mais tempo para novas tentativas. Final: Vitória 1×1 Cruzeiro.

O resultado mantém o Leão na 16ª colocação, mas agora com 40 pontos. O time pode retornar para zona de rebaixamento, caso a Ponte Preta triunfe amanhã contra o Fluminense no Rio de Janeiro. No próximo fim de semana, o confronto será justamente contra a Macaca, em São Paulo.