Série A: Em jogo de cinco gols, Vitória bate o Botafogo no Rio de Janeiro

Carlos Lima 1 de outubro de 2017 0

Na tarde deste domingo (01º), o Rubro-Negro baiano foi até o Rio de Janeiro, onde enfrentou o alvinegro carioca, em duelo válido pela 26ª rodada do Brasileiro da Série A.

O jogo teve momentos de emoção do início ao fim. Tanto mandante quanto visitante lutavam pelo triunfo, já que o Botafogo esperava melhorar sua classificação no G6, enquanto o Leão visava manter-se longe da zona de rebaixamento.

Apesar de ter tido mais posse de bola, o mandante não conseguiu conter as investidas iniciais do Rubro-Negro, que inaugurou o placar aos 14 minutos, quando armou um contra-ataque e Santiago Tréllez chutou. Na sequência, a bola bateu na trave e voltou livre para David marcar. Botafogo 0x1 Vitória. 

A resposta do anfitrião veio somente aos 25 minutos, após um cruzamento de João Paulo, Rodrigo Pimpão desvia a bola, chegando até Brenner, que não desperdiçou. Botafogo 1×1 Vitória.

Nos momentos seguintes, as equipes diminuíram um pouco o ritmo, e não foram tão agressivos até o fim da etapa inicial.

No segundo tempo, as agremiações voltaram dispostas a vencer. Jair Ventura sacou Victor Luís e inseriu Gilson – um lateral por outro.

O Leão teve uma boa oportunidade logo no primeiro minuto, quando David viu Geferson livre de marcação e lançou, mas o lateral não acertou na sequência da jogada. Santiago Tréllez, Uillian Correia e David tiveram chance de colocar o Rubro-Negro em vantagem.

Aos 10 minutos, Santiago Tréllez manda um belo chute, que carimba a trave novamente. Gatito Fernández viu a bola passar pela esquerda e seguir pela linha de fundo.

(Imagem: André Durão)

Aos 11, Jair Ventura efetua nova substituição trocando Marcos Vinícius por Leonardo Valência. Dois minutos depois, a arbitragem anota penalidade para os donos da casa. Aos 15, Brenner cobra com perfeição e deixa seu clube em vantagem. Botafogo 2×1 Vitória.

Vagner Mancini substituiu Uillian Correia por André Lima, aos 23 minutos, no intuito de dar mais poder ao ataque do Leão.

O Rubro-Negro voltou a ter mais oportunidades no jogo, mas a defesa e a marcação botafoguense estavam atentas e não deixavam passar nada.

Aos 33, Danilinho é escolhido por Mancini para a vaga de Geferson, abrindo mão de um lateral. E pouco tempo depois, aos 36, Cleiton Xavier assumiu o posto deixado por David.

De tanto insistir, o Vitória chegou ao empate com o gol marcado pelo camisa 99, André Lima, aos 43 minutos. Botafogo 2×2 Vitória.

O mandante ainda teve um atleta expulso. Aos 46 minutos, Leonardo Valencia recebeu o cartão vermelho por ter chutado Ramon, sem a bola. O zagueiro do Leão havia cometido falta no adversário no mesmo lance.

Aos 49, o gol que selou o triunfo Rubro-Negro. Neilton desce rapidamente pela esquerda e vê Danilinho livre. Ele tentou o chute, foi travado, mas a bola voltou e mandou um forte chute, dando números finais ao confronto. Botafogo 2×3 Vitória.

O resultado deixou o Leão com 32 pontos, momentaneamente em 10º lugar na classificação. Na próxima rodada, o Rubro-Negro volta a atuar em seus domínios e medirá forças com o Sport, no dia 12, às 17 horas.